28 de abril de 2005

Os Sete Reinos da Natureza

Segundo informações contidas nos mais antigos tratados de medicina, a fitoterapia sempre acompanhou as mais diversas técnicas médicas de todos os tempos. Os livros hindus dedicados ao conhecimento da origem do cosmos e do homem (cosmogênese e antropogênese, respectivamente) apontam os vegetais como parte importante dos chamados Sete Reinos da Natureza.

De acordo com a ciência ocidental, existem apenas três reinos - o Mineral, o Vegetal e o Animal - e o homem pertence a este último. Para os estudiosos das ciências mais profundas, no entanto, o homem faz parte de um quarto reino, o Reino Hominal, uma vez que se diferencia dos animais por ser portador de uma mente capaz de raciocinar.

Essa posição coincide com o conceito da sabedoria védica, cujos textos sagrados admitem a existência de sete reinos, e não apenas quatro: o Mineral, o Vegetal, o Animal, o Hominal, o Angelical, o Arcangelical e o Deífico.

Os reinos Angelical, Arcangelical e Deífico são de difícil entendimento para a razão humana comum, pois representam estágios ainda não alcançados na evolução. De acordo com a sabedoria sagrada, esses reinos ainda estão em fase de estruturação e são alimentados pelos atos mais nobres, pelos sentimentos e pelas vibrações de amor e devoção do homem à Ordem do Universo. Tais dimensões serão devidamente conhecidas um dia, quando a consciência humana conseguir transcender suas limitações e seus condicionamentos.

Os sete reinos, no entanto, constituem na verdade um só, cuja síntese resume o próprio Universo material e imaterial. São interdependentes e evolutivos - um vegetal, por exemplo, apresenta elementos minerais em sua estrutura, e deles depende para viver, tem elementos vegetais e minerais, enquanto o homem possui elementos minerais, compostos vegetais (clorofila) e elementos animais (corpo, músculo, sangue, etc.).

Tudo isso nos faz compreender melhor o papel dos minerais e dos vegetais na correção de desarranjos ou desarmonias nos reinos mais superiores - eles são, enfim, a base de sustentação de todo o fenômeno cósmico da evolução. Os vegetais são mais importantes que os minerais, pois já os contêm em sua estrutura. Apesar de existirem muitos remédios de origem mineral, animal e hominal, eles são bem mais escassos que os provenientes das plantas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Não ensinam a partir do hominal na escola. Dizem q pertencemos ao animal subdividido em mamiferos. Isso seria uma estagnação do conhecimento ocidental(?)

MODELOS KAKIA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MODELOS KAKIA disse...

O pobre do ser humano ainda nao tem a visao de perceber que o planeta é compartilhado com outros seres, nao só da própria sete subdivisões da raça, como tambem de outros seres visitantes.