7 de abril de 2005

Chakras Secundários II


Image hosted by Photobucket.com


1.
Localização: Estômago
Função: Digestão das Emoções
Muito Aberto: Crédulo; ênfase excessiva nos sentimentos.
Fechado: Incapacidade de digerir emoções e de lidar propriamente com as emoções.

2.
Localização: Umbigo
Função: O mais forte dos chacras emocionais; elo de ligação com as outras pessoas ao nível dos sentimentos.
Muito Aberto: Excessivamente emotivo; incapacidade de pensar com clareza devido à pressão excessiva das emoções.
Fechado: Sentimentos menos apurados ou desenvolvidos; pode ser de natureza vulcânica; embora as energias possam estar bloqueadas, nestecaso a pessoa ainda estaria escessivamente preocupada com os sentimentos.

3.
Localização: Chacra do coração compasivo (centro do toráx superior)
Função: Sentimento de unidade a todos os níveis; integração das emoçõespara o equilíbrio; amor, compaixão e compreensão para com os outros.
Muito Aberto: Excessivamente empenhado em amar o suficiente; em fazer o suficiente pelos os outros; a pessoa pode sentir-se aniquilada.
Fechado: Coração empedernido; fechado; com medo de amar.

4.
Localização: Osso xifóide (acoplado na extremidade do esterno)
Função: Selecionar o que é certo e errado para pessoa; princípio da energia da consciência.
Muito Aberto: Muitos sentimentos de culpa; sempre a tentar justificarou explicar a posição e os sentimentos de cada um
Fechado: Sentimentos de culpa bloqueados; pode aceitar as expectativaspróprias sem as compreender

5.
Localização: De ambos os lados do chacra do coração compassivo
Função: Ajuda a fortalecer a nossa capacidade de dar e receber amor eter consciência do nosso EU SOU no processo do amor
Muito Aberto: Poderá sentir uma necessidade excessiva de amar osoutros, ou de ser amado pelos outros
Fechado: Não se atrever a amar ou achar que não vale a pena amar ouser amado; os bloqueios do lado direito relacionam-se com as atitudesperante o amor; os bloqueios do lado esquerdo estão associados aossentimentos de amor

Um comentário:

Maya disse...

Fantástico, cara.
Parabéns.
Gostaria de saber a fonte se fosse possível;
abraços